in

10 Dicas Caseiras para Eliminar o Chulé dos Sapatos

10 Dicas Caseiras para Eliminar o Chulé dos Sapatos

Não tem sensação mais desagradável do que chegar em casa, aliviar os pés depois de um longo dia em pé, e descobrir que aquele chulé que permeia a casa não estão vindo apenas dos pézinhos, mas do calçado que usou por longos períodos. E só de pensar que vai precisar deles novamente, é ainda mais deprimente.

Nós sabemos que existem desodorantes específicos para os pés, a fim de evitar esse tipo de situação constrangedora, consigo mesmo ou com outros à volta. Mas você não precisa chegar a esse extremo, se existem saídas caseiras tanto para eliminar o chulé, como preveni-lo.

Veja nossas dicas  e nunca mais fique com esse chulé esquisito nos sapatos:

10 Dicas Caseiras para Eliminar o Chulé dos Sapatos

1 – Use casca de frutas cítricas

Se você consome cítricos como laranja, tangerina, toranja e limão, saiba que suas cascas possuem benefícios muito além da culinária e da compostagem. Eles também possuem propriedades antioxidantes e desinfetantes, que podem ser aplicadas inclusive para eliminar o chulé dos sapatos.

Sem segredos aqui. Basta adicionar a casca de uma das frutas dentro do calçado por um período de 6 a 7 horas. Vai ser o suficiente para que ela absorva os maus odores, e garanta um calçado confortável para utilizar no dia seguinte.

 

2 – Folhas de lavanda e sálvia

Estas duas plantas servem tanto como temperos, como aromatizantes. E possuem um ótimo efeito para os sapatos, pois elas tanto podem eliminar o mau cheiro, como manter o seu sapato bem perfumado. E sua aplicação é bem simples também.

Coloque as folhas de lavanda ou de sálvia, ou as duas se preferir, em um saquinho aberto. Coloque dentro dos sapatos por um período de aproximadamente 7 horas. Para que não fique tanto tempo sem seu calçado, reserve para o período noturno, ou assim que chegar em casa e não sair mais.

3 – Use óleo essencial da árvore de chá

A árvore do chá produz um dos óleos essenciais mais interessantes para a higienização do corpo. Ou mais especificamente, para as mãos e para os pés, já que suas propriedades desinfetantes ajudam a manter estas partes livres de bactérias.

Para os pés, ou melhor, para os sapatos, eles terão mais uma função de prevenir do que eliminar o chulé momentaneamente. Duas vezes por semana, coloque algumas gotas do óleo da árvore de chá, e mantenha durante a noite. Combinado aos cuidados simples e básicos de higiene, eles estarão bem protegidos.

4 – Escalde os pés

Obviamente, um dos motivos nos quais você ficou com chulé nos sapatos foi o fato dos mesmos não estarem bem higienizados, antes ou depois do uso deles. Por isso, uma boa forma de evitar que eles fiquem com um mal cheiro é cuidando bem dos seus pés. E existe uma forma bem simples, e ao mesmo tempo muito relaxante, que é escaldar os seus pés.

E não, não é preciso fazer isto em água quente. Durante 10 minutos do dia, mantenha os seus pés em uma bacia com água morna e duas colheres de sopa de vinagre, ou de sal. Além de relaxar os pés, o vinagre vai garantir a eliminação do mal cheiro, graças a suas propriedades desinfetantes. Deixe os pés secarem naturalmente, e sempre antes de dormir.

5 – Polvilhe bicarbonato de sódio nos sapatos

Uma colher de sopa é o suficiente para acabar com o mau cheiro dos sapatos. O bicarbonato de sódio tem esse poder extraordinário (na verdade são suas propriedades químicas bem trabalhadas, mas isso é assunto para uma outra oportunidade), de absorver odores, manchas e até mesmo a umidade de um ambiente.

Neste caso, os benefícios são dobrados, já que para situações em que os sapatos estão realmente molhados, é uma ótima solução. Mas aqui vai uma dica extra: para que os efeitos durem bastante tempo, não utilize os sapatos em questão por um período de pelo menos 6 horas, para que o bicarbonato surta efeito.

6 – Mantenha os pés arejados com frequência

Continuando com os cuidados simples para evitar o chulé dos sapatos, uma atitude muito simples, e que embora não seja possível todos os dias, faz muita diferença, até para a saúde dos seus pés. Evite longos períodos com sapatos fechados. Além dele ser uma das causas do chulé, o uso constante pode levar a problemas graves como micose.

Uma solução simples para estes casos é simplesmente tirar os sapatos em momentos mais calmos do expediente de trabalho. 10 minutos é o suficiente para relaxar os pés, a sua mente com o serviço, e voltar a suas atividades. De preferência, faça isso no horário de almoço, em que não costuma ser perturbado.

7 – Use talco antes de calçar o sapato

Talco não chega a ser uma solução caseira, mas é uma prevenção muito importante, e até mesmo uma alternativa ao bicarbonato de sódio. Use o talco antes de calçar os sapatos, pois são eles que vão “selar” o seu pé contra os efeitos do mau odor.

Caso prefira, também pode-se adicionar o talco durante a noite, tirando o excesso de manhã antes de trabalhar. Pode ser uma saída mais confortável, caso não goste do talco nos pés ao longo do dia.

8 – Lave o sapato frequentemente

Seja na máquina de lavar ou à mão, lavar os sapatos é tanto uma atitude higiênica, como uma medida simples para tirar o mau cheiro dos sapatos. Acontece que, mesmo com o uso constante de bicarbonato de sódio, ou mesmo seus cuidados pessoais com os pés, eventualmente o acúmulo de fungos e bactérias no calçado será inevitável.

Lave ao menos uma vez na semana. Isso vale tanto para a parte externa como para a parte interna do sapato, principalmente as palmilhas. Deixe em um local arejado, e enquanto isso tenha a disposição outro par no qual possa usar.

9 – Conserve o sapato no gelo

Esta é uma solução não muito ortodoxa, mas que pode funcionar bem de tempos em tempos. Como os sapatos tem o chulé vindo basicamente de fungos e bactérias instalados no calçado, as temperaturas abaixo de zero vão matá-las e livrar o calçado do mau cheiro.

Se você possuir um freezer bem grande, e que já não esteja usando para alimentos, guarde o sapato em um saco plástico fechado, e mantenha-o guardado durante a noite no compartimento. Será o suficiente para acabar com o mau cheiro, caso não tenha outra opção.

10 – Tenha mais de um par de sapatos para usar com frequência

É essencial não apenas para manter a qualidade dos seus calçados, como a saúde dos seus pés.Ter mais de um par de sapatos permite até mesmo uma boa versatilidade de estilos. Além de, caso a empresa permita, optar por modelos mais abertos que evitam a proliferação de chulé.

Gostou das dicas? Então deixe nos comentários as suas dúvidas, e se possível outras sugestões interessantes. Tenho certeza que o chulé dos sapatos é um problema bem constante, então toda ajuda válida é muito bem vinda. Até a próxima!

10 Sinais que Você Não é Tão Inteligente Assim

10 Sinais que Você Não é Tão Inteligente Assim

10 Razões para Você Trabalhar em uma Empresa Corporativa

10 Razões para Você Trabalhar em uma Empresa Corporativa